Sermig

Regra do Sim


O exame de consciência

Podemos orientar a nossa vida
para a verdade de nós mesmos
se, como cuidamos do corpo,
cuidarmos dos pensamentos, do coração,
da vontade e do espírito.
A consciência, iluminada pelo olhar
do Senhor Jesus na cruz
e guiada pelo Espírito,
sabe penetrar o nosso ser
e as nossas ações,
desmascarar cada compromisso,
orientar para a verdade;
sabe diluir o nosso eu em Deus
para que o eu não freie o projeto que Ele tem
para nós e para a Fraternidade.
Faz de nós
sal e fermento,
para tornar sempre mais visível o rosto de Deus.
A consciência, reavivada
pela reconciliação frequente
e orientada pelo guia espiritual,
nos ajuda a ser agradecidos e leais.
O exame de consciência é um dos instrumentos
de que nos podemos servir
para tomar nas mãos,
com determinação, a nossa vida.
Peço de todo o coração que
quem vive a Regra do Sim,
olhando o Senhor na cruz
e sentindo o Seu Espírito de amor,
se encontre mais vezes ao dia
com a própria consciência.
De manhã, quase a evidenciar os pontos
sobre os quais colocar toda a atenção
no início do dia;
à noite,
para refletir sobre o dia vivido,
e também ao meio-dia, no Ângelus,
fazendo-se ajudar por Maria.
Um exame de consciência pessoal
e semanalmente comunitário,
que nos torne vigilantes sobre nossas ações,
sobre nossos pensamentos, sobre nossa oração,
sobre nossos propósitos, sobre nosso sim e sobre nosso não,
para sermos fiéis
ao amor do Senhor.

“Examinai-vos a vós mesmos, e vede se estais na fé; provai-vos. Ou não reconheceis que Jesus Cristo está em vós?” (2Cor 13,5a)