Sermig

Regra do Sim


Arsenais

“Transformarão suas espadas em arados...
não se exercitarão mais
na arte da guerra”.
A Providência nos permitiu
transformar
um Arsenal de guerra
em uma casa a serviço da paz.
Em qualquer parte do mundo
aonde o Senhor nos envia,
as nossas casas se assemelham
à primeira fundada em Turim.
São lugares reestruturados
com ao trabalho de muitos,
acolhedores mas sóbrios,
cuidados e adornados com obras de arte
para oferecer a todos, até aos mais miseráveis,
a possibilidade de entrar em contato
com o que é belo.
São “mosteiros” nas cidades,
lugares de fraternidade e de busca de Deus,
paradas para restaurar as próprias forças
como os antigos mosteiros.
São os lares
das irmãs e dos irmãos
que escolheram a vida em comum;
lugares onde eles vivem
a presença do seu Senhor
vinte e quatro horas por dia,
disponíveis para acolher qualquer um,
em qualquer hora do dia e da noite.
Ali encontram lugar as caridades
mais urgentes e necessárias,
mas sobretudo são abertos ao encontro
com quem quer que queira procurar
o sentido da sua vida.
São, de modo particular, casas para os jovens,
os homens e as mulheres de amanhã,
que mais do que todos carregam as feridas
da pobreza do nosso tempo.
Teremos também refúgios de silêncio
em lugares ermos,
ligados aos Arsenais nas cidades,
abertos a todos que quiserem viver
momentos de solidão.

“Ele julgará as nações, corrigirá muitos povo. Estes quebrarão as suas espadas, transformando-as em arados, e suas lanças, a fim de fazerem podadeiras. Uma nação não levantará a espada contra a outra, e nem se aprenderá mais a fazer guerra.” (Is 2,4)