Sermig

Gianfranco Mellino recebe prêmio internacional

clique para ampliarGianfranco Mellino, do SERMIG - Fraternidade da Esperança, recebeu no dia 17 de janeiro o prêmio internacional “Piemonteses Protagonistas” pelo trabalho desenvolvido no Arsenal da Esperança.

Quinze a cada cem brasileiros são filhos, netos ou bisnetos dos milhões de italianos, provenientes de todas as Regiões da Itália, que no século XX e no final do século XIX partiram para começar uma nova vida no gigante sulamericano. Trabalhadores “livres”, preferiam embarcar em direção a um continente desconhecido a conviver com a fome e a miséria de casa.

Chegando ao Brasil, o primeiro impulso era o de reconstruir as comunidades de origem, recompor em terra estrangeira um ambiente no qual dialetos, músicas e pratos típicos pudessem restituir um pouco daquele calor deixado para sempre do outro lado do Atlântico. Um instinto de sobrevivência e um espírito de iniciativa que modelaram definitivamente a identidade coletiva do novo país... Mas foram necessários anos, ou melhor, décadas de preconceitos e condições de trabalho duríssimas para dar a volta por cima e integrar-se.

Para manter viva, documentar e narrar essa história, nasceram no Brasil – e várias outras partes do mundo – milhares de associações, grupos e institutos italianos e regionais. Entre eles, estão aqueles que representam os mais de 6 milhões de piemonteses* espalhados pelos continentes (4 milhões só na América Latina).

clique para ampliar Estamos contando tudo isso a vocês porque no dia 17 de janeiro de 2016, no Circolo Italiano de São Paulo, Gianfranco Mellino, do SERMIG - Fraternidade da Esperança, foi o protagonista – é justo dizê-lo – de uma prestigiosa sessão reservada da edição de 2016 do prêmio “Piemonteses Protagonistas”. O prêmio, instituído pela Federação Internacional Piemonteses no Mundo, tem a finalidade de “trazer à luz histórias exemplares de emigrantes piemonteses (ou de origem piemontesa) excepcionalmente destacados em vários níveis dos setores cultural, empresarial, humanitário e esportivo”. Neste ano, a comissão para a entrega do prêmio “quis premiar a solidariedade de toda a Fraternidade do SERMIG”, como ressaltou o próprio Mellino, recebendo o reconhecimento da vice-presidente da Federação, Luciana Genero.

Gianfranco Mellino faz parte da Fraternidade da Esperança desde 1991, mas desde 1996 vive em São Paulo, para onde foi enviado por Ernesto Olivero e pela Fraternidade turinesa para abrir o Arsenal da Esperança, a casa do SERMIG que em vinte anos (celebrados no próximo dia 12 de março!) acolheu mais de 51 mil pessoas em dificuldade. Muito dessa história tem o rosto de Gianfranco, que desde o início compartilha, dia e noite, as alegrias e os sofrimentos de quem bate à porta desta casa que já foi justamente Hospedaria de Imigrantes, local de passagem da esmagadora maioria daqueles imigrantes italianos que foram protagonistas de um sonho americano.

clique para ampliarHoje, esse precioso reconhecimento é a confirmação de que o sonho continua, em outros “territórios”, onde é preciso ajudar pessoas com fome de mudar de vida. Mas, para isso, são necessários “protagonistas” como Gianfranco, dispostos a embarcar nessa aventura de amor que une todos em um só povo.

*Provenientes do Piemonte, uma das Regiões do norte da Itália.

unionemonregalese.it
piemontesinelmondo.org

Arsenale della Speranza - S.Paolo - Brasile