Sermig

Nossa história: Anos sessenta

Em 1964, Ernesto Olivero e sua esposa Maria fundam o SERMIG. Desde o começo, o contato e as solicitações de ajuda por parte dos amigos missionários espalhados pelo mundo – sobretudo aqueles com menos recursos – fazem com que o objetivo de acabar com a fome no mundo se torne imediatamente algo concreto, assumindo o rosto e o nome de pessoas “reais”.

O SERMIG se compromete com os mais pobres, simplesmente tentando praticar o Evangelho. Em apoio aos amigos missionários, o grupo se mobiliza para arrecadar fundos, alimentos, medicamentos, material reciclável, organiza shows beneficentes... Toda essa atividade começa a revelar uma das características do SERMIG: a capacidade de envolver as pessoas, dando um testemunho pessoal de disponibilidade e solidariedade.

Muito cedo o grupo recebe o apoio do Cardeal Michele Pellegrino, Arcebispo de Turim. O número de pessoas comprometidas neste projeto aumenta e, na década de 1960, uma época de grandes sonhos e violentas contestações, os jovens do SERMIG continuam se apresentando simplesmente como “cristãos”.