Sermig

Nossa história: Anos dois mil

Os jovens do SERMIG, desde o começo do projeto de vida que estava se estruturando, não colocaram somente a preocupação com a fome de pão, mas também com a fome de justiça, de valores, de sentido buscando estar sempre em contato com mulheres e homens de Deus e de boa vontade, capazes de discernir os sinais dos tempos.

Trabalhando em contato com diferentes situações no mundo todo, amadurece a consciência de que os mais pobres são os jovens, muitas vezes não por falta de pão, mas por serem considerados simples espectadores diante dos problemas do nosso tempo, muitas vezes sem a força e a esperança de reagir para transformar as coisas.

O SERMIG aposta nos jovens e resolve colocar à disposição deles os próprios recursos. Com eles surge o movimento dos “Jovens da Paz”.

Em 2003, um grupo de consagradas do SERMIG - Fraternidade da Esperança começa uma presença no Oriente Médio. Em 2005, na cidade de Madaba, na Jordânia, nasce o Arsenal do Encontro, uma casa que acolhe crianças e adolescentes com deficiências físicas e intelectuais, lugar de encontro para jovens e famílias de diferentes confissões religiosas.