Sermig

Dos diamantes não nasce nada, da lama nascem as flores...

Hoje estamos em um período no qual levantar a voz, denunciar e atacar os outros parece a coisa certa, a mais normal, a maneira mais rápida para “fazer justiça”, para fazer “limpeza”. É o nosso tempo, filho de tantas atitudes. Mas, entretanto, os problemas reais permanecem e ninguém parece ter a capacidade de dar uma resposta concreta.

Uma sociedade que tem um problema, se for capaz de analisá-lo com humildade e seriedade e de se colocar à disposição para resolvê-lo, pode transformar aquele problema em uma oportunidade para construir a paz, para todos, não só para mim!

Nós estamos tentando passar essa mensagem com todas as dificuldades de quem tenta botar a mão na massa, aliás, “na lama” da vida real, porque não podemos sonhar com uma sociedade melhor sem pôr a mão na massa...