Sermig

O Arsenal na SEMANA MISSIONÁRIA e na JMJ Rio2013

Falta menos de um mês, mas no Arsenal da Esperança a JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE é uma realidade que vem sendo preparada há muito tempo... Vamos recordar algumas etapas desse percurso que levará a Fraternidade da Esperança a receber muitos jovens durante a Semana Missionária e a participar do grande encontro com o PAPA FRANCISCO.



A Cruz dos Jovens


21 de agosto de 2011, Madri. O Papa Bento XVI anunciava que a próxima Jornada Mundial da Juventude seria no Brasil, no Rio de Janeiro, em 2013. Os brasileiros presentes na esplanada de “Cuatro Vientos” receberam a notícia com grande emoção! Lorenzo, da Fraternidade da Esperança, recorda aqueles momentos vividos junto aos jovens do Setor Juventude da Arquidiocese de São Paulo: “Foram dias intensos, de catequeses, caminhadas, vigílias de oração e muitos encontros. Na esplanada de Cuatro Vientos nem conseguimos entrar, mas ninguém desanimou por causa disso, pois o mais importante era estar ali, rezando, com Jesus, com o Papa e com dois milhões de jovens do mundo todo...”.

Pouco menos de um mês depois, no dia 18 de setembro, a Cruz e o Ícone da Juventude, os dois maiores símbolos da Jornada, chegavam ao Brasil, em São Paulo, pela primeira vez. Naquela ocasião, um grupo numeroso do Arsenal da Esperança se uniu aos 100 mil jovens que naquele domingo, no “BOTE FÉ” do Campo de Marte, comemoraram o início da preparação da JMJ brasileira. Era apenas o começo...


Três dias depois, exatamente no dia 21 de setembro, a Cruz e o Ícone da Juventude estavam no Arsenal, recebidos pela Região Episcopal Belém. Naquela ocasião, a Fraternidade da Esperança promoveu a iniciativa da VIGÍLIA DE LEITURA CONTÍNUA DA PALAVRA que contou com a participação de centenas de pessoas, representantes de paróquias, comunidades, grupos de jovens e famílias que se reuniram para ouvir e rezar a Bíblia, durante toda a madrugada.


Foi uma verdadeira experiência de fé, recorda uma amiga da casa que participou do evento: “À medida que a noite avançava crescia em mim e em muitos o desejo de permanecer ali, com Ele, com Nossa Senhora, deixar que aquela noite imprimisse uma marca, um sinal do Sagrado... Era como se aquela Cruz estivesse nos dizendo: ‘Venha, seja como Eu, tenha como referência as minhas atitudes, permaneça comigo...’, parecia o próprio Jesus soprando nos ouvidos de quem estava ali e Maria, mãe como eu, docemente ao lado do Filho...”.

Maria, Mãe dos Jovens

A passagem dos símbolos da JMJ
nos animou em levar adiante o propósito de dedicar cada vez mais atenção e energia aos jovens. As duas edições do Encontro “CONTA COMIGO” que se sucederam e os milhares de jovens que recebemos no Arsenal, para um encontro, uma atividade ou para uma visita da casa, foram a nossa maneira de tornar o espírito da JMJ parte da nossa vida.

Ao longo dessa caminhada, sentimos a exigência de apresentar a todos, e com mais vigor, a nossa invocação a MARIA, MÃE DOS JOVENS, oração que a Fraternidade da Esperança reza cotidianamente há muitos anos.

Por ocasião da 2ª Vigília de Leitura da Palavra, que aconteceu em 11 de setembro de 2012, tivemos a oportunidade de imprimir e entregar a todos os participantes um “santinho” com a imagem e o texto da oração. Aquele simples gesto permitiu que a invocação, já conhecida na Itália pela divulgação feita no Arsenal da Paz, começasse a ganhar raízes também no Brasil e a mostrar o vínculo do Arsenal da Esperança com a juventude: não apenas com aqueles que passam como visitantes, mas também com os jovens acolhidos que, mais do que todos, carregam as feridas da pobreza do nosso tempo.

Os jovens d’A PRAÇA

Prestar atenção aos sinais dos tempos significa responder a desafios sempre novos. Em fevereiro de 2013, a Fraternidade da Esperança aceita mais um desafio: dar nova vida ao espaço da antiga Capela dos Ferroviários, ao lado do Arsenal. O nome dado à iniciativa, “A PRAÇA”, manifesta o espírito de diálogo e de encontro que a motiva.

Durante os primeiros meses de 2013, motivados também pela CAMPANHA DA FRATERNIDADE, foram dados os primeiros passos, desde a faxina até partidas de futebol na rua, e foram também realizadas várias ações em prol da comunidade. Pequenos gestos que geraram uma grande decisão: a de formarmos um único grupo de peregrinos – jovens do bairro, da Paróquia e dos amigos do Arsenal – para irmos juntos à JMJ do Rio. E com um objetivo a mais: apresentar a invocação MARIA, MÃE DOS JOVENS a todos aqueles que encontrarmos durante a Semana Missionária e a Jornada Mundial da Juventude.

Essas são apenas algumas das etapas e das motivações que daqui a duas semanas nos levarão a partilhar momentos especiais com jovens de todas as partes do mundo, primeiro aqui em São Paulo e depois no RIO DE JANEIRO.

Acreditamos que os jovens têm dentro de si um enorme potencial para mudar o mundo. A Jornada Mundial da Juventude é uma preciosa oportunidade para estimular neles o espírito de iniciativa, de responsabilidade e de participação nos acontecimentos do nosso tempo, para que levem a todos a proposta de Cristo. Como FRATERNIDADE DA ESPERANÇA, gostaríamos de caminhar com os jovens nessa direção.

Veja a nossa programação da Semana Missionaria