Sermig

CONTA COMIGO 2012: UM PUNHADO DE JOVENS PODE MUDAR O MUNDO...

Sábado, 19 de maio, no Arsenal da Esperança e redondezas, por ocasião do 3° Encontro “CONTA COMIGO”, vimos como poderia ser nossa cidade! Vimos jovens preparar comida para quem está com fome, camas para acolher quem está sem casa, roupa para vestir quem está com frio... Vimos outros jovens visitar idosos em um asilo, encenar uma pequena peça para alegrar crianças especiais, varrer uma praça abandonada... tudo isso sendo ajudados pelos amigos acolhidos no Arsenal... Enfim, vimos uma cidade brilhando!

Promovido pela Fraternidade da Esperança, o encontro tinha por objetivo colocar à disposição da juventude um pouco da experiência e das atividades do Arsenal e, sobretudo, compartilhar com eles a convicção de que um punhado de jovens pode mudar uma cidade.

“Quando em 1964 fundamos o SERMIG (Serviço Missionário Jovens), sonhávamos em derrotar a fome no mundo” – argumenta Ernesto Olivero, presente no evento. “Eu tinha 20 anos e um dia participei de uma palestra com Roger Schutz, de Taizé. Ele tinha uma voz bonita e dizia: ‘um punhado de jovens pode mudar uma cidade’ e eu acreditei. Um dia – continua Olivero – em um encontro de sensibilização no combate à fome, um jovem se levantou e, olhando para mim, fez uma pergunta seca e direta: ‘Onde o senhor vai dormir nesta noite? Sabe que nessa cidade centenas de pessoas como eu vão dormir nas ruas?...’. Aquela pergunta mudou a nossa vida, porque nos ajudou a ver a tragédia do mundo assim como ela é e a fazer algo de concreto para dar uma resposta”.

Sábado de manhã, os acolhidos do Arsenal da Esperança reproduziram aquela cena dirigindo as perguntas para os jovens sentados no chão: “Eu estou sem casa... Eu saí da cadeia... Eu quero me livrar das drogas... E vocês, jovens, o que vocês fariam?”. A experiência de quase 50 anos de SERMIG - Fraternidade da Esperança nos diz que ninguém é tão jovem que não possa dar uma resposta a perguntas tão difíceis. Compartilhando o pouco que temos, é possível construir uma grande história em que nos formamos a nós mesmos e, enquanto isso, transformamos a cidade. Juntos é possível. Quer ver?

Os 250 participantes foram divididos aleatoriamente em 15 grupos, cinco para realizar ações externas ao Arsenal, enquanto os outros se espalharam por todos os cantos da casa, cada um sendo orientado por uma equipe de voluntários, funcionários e acolhidos. Prepararam louças, copos e talheres para servir as 1200 refeições da noite, arrumaram 150 camas, cuidaram da limpeza dos pátios, dobraram centenas de toalhas na lavanderia, construíram simpáticos bonecos com material reciclável, montaram três bancos de madeira na marcenaria, aprenderam a fazer o pão na padaria, arrumaram as prateleiras do bazar e as estantes da biblioteca... Por volta de meio dia, todos se reencontraram para ver as fotos daquilo que foi feito.

É claro que não derrotamos a fome no mundo, porque não dá para mudar o mundo de uma vez só, mas a casa – e as outras em que foram ajudar – estavam prontas e bem arrumadas para acolher centenas de homens, mulheres e crianças. Sabemos que para muitos a atividade foi cansativa, até difícil mas, fazendo, sentiram que praticar o bem não é apenas “porque eu gosto”, mas é porque acredito... Fazer o bem não é PARA MIM, mas é principalmente PARA OS OUTROS... Fazer o bem significa aprender a fazê-lo.


O resultado daquilo que os jovens do “CONTA COMIGO” realizaram nesse sábado não foi apenas uma foto bonita para curtir, mas centenas de pequenos gestos que se tornaram resposta concreta e esperança na vida de alguém... Se hoje, amanhã e depois de amanhã, continuarmos a acreditar que isso não foi apenas um dia diferente, mas aquilo que podemos ser todos os dias, então esse punhado de jovens poderá mesmo mudar essa cidade. É possível, somos feitos para isso.