CF2017:Uma casa onde tudo começa a se transformar...

“...os seres humanos, capazes de tocar o fundo da degradação, podem também superar-se, voltar a escolher o bem e regenerar-se...” (Cf. Laudato Si' n. 205).

O Arsenal da Esperança busca acreditar e viver esse espírito todos os dias, em todos os setores e atividades. O trabalho diário de COLETA E TRIAGEM DE MATERIAL RECICLÁVEL é um desses setores, que não só separa e recicla mais de 30 toneladas de papel, 3,5 toneladas de plástico e 3 toneladas de alumínio por ano, mas também envolve em uma atividade permanente de educação e de ação ambiental todos os 1.200 acolhidos da casa (conheça um pouco mais desse trabalho neste vídeo, por meio das palavras de Joselito Severo).

clique para ampliarUm exemplo é o uso da Moeda Institucional “AR$”: a aquisição dessa moeda se faz mediante a troca de materiais recicláveis, como latinhas de alumínio, papel, papelão, jornal, garrafas pet, entre outros. Essa ação ambiental se torna também uma forma pedagógica de superar o assistencialismo, propiciando que cada pessoa acolhida participe e desfrute dos serviços adicionais prestados pela casa, resgatando a autoestima, a dignidade e o protagonismo.

clique para ampliarA CASA COMUM, que o Papa Francisco e a Campanha da Fraternidade 2017 colocam no centro das atenções, é o lugar onde moramos, choramos, sofremos, transmitimos e recebemos conhecimento, histórias, esperanças... É o lugar em que todos nós somos HÓSPEDES.

Nessa CASA, se nos perguntassem “Onde está seu irmão?”, deveríamos sempre poder responder “Está aqui comigo, está conosco!”. "Eu estou comendo, ele também está comendo. Eu estudei, ele também deve ter a possibilidade de estudar. Eu trabalho, ele também pode trabalhar"... Infelizmente, na maioria das vezes não é o que acontece. O nosso mundo – e nós somos parte dele – é egoísta, injusto, indiferente.

clique para ampliarO presente e o futuro do nosso planeta, da nossa CASA COMUM, ainda está em nossas MÃOS, mas podemos mudá-lo se tivermos a coragem de olhar nos olhos das pessoas e dos problemas, como aquele rapaz que, muitos anos atrás, durante uma noite de oração, perguntou para nós do SERMIG: “Mas, vocês, onde vão dormir esta noite? Vocês sabem que eu vou dormir na rua!?”...

Não havia uma resposta pronta. Mesmo assim, não o encaminhamos para outro lugar e, a partir daquela pergunta, daqueles olhos irritados que encontraram em nós escuta e hospitalidade, nasceram os Arsenais, onde todos os dias transitam e são acolhidas milhares de pessoas em dificuldade.

clique para ampliarA proposta do Papa Francisco na Encíclica Laudato Si’ sobre o cuidado da CASA COMUM e a proposta da Campanha da Fraternidade 2017 sobre os Biomas brasileiros e a defesa da vida – enfim, a proposta do Evangelho – transformarão o mundo somente se nos esforçarmos para torná-lo a nossa vida, somente se aqueles que se sentem filhos de Deus viverem como um filho de Deus.

Se todos habitamos a CASA COMUM, então cada um tem que dar uma contribuição pessoal, ainda que seja uma simples latinha de alumínio... Caso contrário, nada acontece! Aliás, tudo piora...

clique para ampliar

 

Questo sito utilizza cookie, anche di terze parti, per migliorare la tua esperienza e offrire servizi in linea con le tue preferenze.

Chiudendo questo banner, scorrendo questa pagina o cliccando qualunque suo elemento acconsenti all’uso dei cookie.

E' possibile modificare le opzioni tramite le impostazioni del Browser. Se vuoi saperne di più o negare il consenso clicca su informazioni.